• 2 de agosto de 2021 18:53

Justiça aceita mais uma denúncia contra os “irmãos Mato Grosso”, desta vez pela morte de Mirian

ByBaú

out 1, 2020

Investigações da Polícia Civil apontaram três homicídios de autoria dos “mato grosso”, que podem passar o resto de suas vidas na cadeia.

O juízo da 1ª vara criminal da comarca de Ariquemes aceitou mais uma denúncia contra membros da “família Mato Grosso”, esta é a segunda denúncia em face dos “irmãos mato grosso”, e se trata do homicídio de Mirian Francisca.

A reportagem do Rondoniavip teve acesso a peça de acusação oferecida pelo Ministério Público. Veja trechos abaixo:

Em 12 de Abril de 2020, por volta de 20h, na rua José Valadares, em Monte Negro, LUCAS PEREIRA DA SILVA e EMERSON PEREIRA DA SILVA, previamente ajustados com CELSO PEREIRA DA SILVA e GEOVANE BRASILOTO DOS SANTOS, todos com vontade homicida, mataram Mirian Francisca dos Reis com dois tiros na cabeça.

Os denunciados CELSO, LUCAS e EMERSON são irmãos. CELSO é o líder da organização criminosa denominada “Família Mato Grosso”, envolvida em tráfico de drogas, homicídios e crimes patrimoniais. Nenhum delito ocorre sem a ciência e anuência dele (Celso). LUCAS e EMERSON são membros da “Família Mato Grosso”, hierarquicamente inferiores a CELSO. LUCAS é o matador do grupo e EMERSON é homem de apoio, ou seja, auxilia os demais nos crimes, tem a função de piloto de fuga, dentre outras.
GIOVANE integra o grupo e tem relação íntima com a “Família Mato Grosso”. Além deste motivo, ele tinha interesse na morte de Miriam porque desconfiava que ela tinha envolvimento no assassinato de seu padrasto, “Rubens Mato Grosso”.

No dia do crime, GEOVANE insistiu com a filha da vítima para ir à casa dela, chegou nervoso, questionou em qual cômodo Miriam estava, enviou mensagens no celular e deixou o portão entreaberto para a entrada dos executores.

Na sequência, LUCAS e EMERSON chegaram, LUCAS entrou, foi direto para o quarto onde Mirian repousava e atirou duas vezes na cabeça dela, enquanto EMERSON o esperava na moto para fugirem. Os denunciados agiram com torpeza, consistente na vingança pela morte de três integrantes da “Família Mato Grosso” no dia 13-3-2020, em um bar, pois, desconfiavam do envolvimento de Miriam e do companheiro dela, Eberson Mendes (Cowboy – assassinado por eles dias antes de matarem Mirian), nesses homicídios.

Os denunciados praticaram o crime com recurso que dificultou a defesa da vítima, considerando que estavam em maior número, premeditaram tudo, agiram orquestradamente e colheram a ofendida de surpresa no quarto, sem chance de defender-se dos disparos.

CELSO pretendia a morte porque queria se vingar dos supostos assassinos de seus dois irmãos e cunhado e, ainda, para não perder o respeito e poder. Pelo letal modo de agir e provas juntadas em mais de quatro inquéritos que investigam a atuação da “Família Mato Grosso” em vários homicídios, especialmente dos ora denunciados, todos cometidos de forma similar, além da promessa de outras mortes, fica claro que o crime foi praticado em atuação de grupo de extermínio.

Pelo exposto, o Ministério Público denuncia CELSO PEREIRA DA SILVA (“Celso Mato Grosso”), LUCAS PEREIRA DA SILVA (“Lucas Mato Grosso”), EMERSON PEREIRA DA SILVA (vulgo “Emerson Mato Grosso) e GEOVANE BRASILOTO DOS SANTOS nos artigos 121, §2º, I (motivo torpe), IV (recurso que dificultou a defesa da vítima), V (conexão) e §6º4, parte final, do Código Penal.

Além do homicídio de Mirian, a turma dos “Mato Grosso” também são réus pelo homicídio do vulgo “Cowboy” (esposo de Mirian), nos próximos dias deve sair a terceira denúncia contra eles, que se refere a morte do ex-mototaxista Edeilson da Silva.

Todos os réus estão presos, com exceção do vulgo “Emerson Mato Grosso” que se encontra foragido, quem souber de informações do paradeiro dele (Emerson) pode ligar para a polícia civil (192) ou polícia militar (190).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE URGENTE NOTÍCIAS 24H Seja bem vindos ao nosso site