• sex. maio 7th, 2021

Auxílio emergencial foi para 11 mil candidatos com mais de R$ 300 mil de patrimônio

ByBaú

nov 9, 2020

TCU identificou ainda postulantes a cargos públicos com mais de R$ 1 milhão em bens e que também receberam o benefício do governo federal.

O Tribunal de Contas da União (TCU) detectou que quase 11 mil candidatos nas eleições de 2020 com patrimônio acima de R$ 300 mil foram beneficiados com o auxílio emergencial.

A Corte de contas também identificou também 1.320 postulantes a algum cargo público na disputa desse ano declararam com patrimônio acima de R$ 1 milhão e que também receberam esse benefício.

O auxílio emergencial foi criado pelo governo federal durante a pandemia de coronavírus para ajudar parte da população mais pobre a enfrentar a crise. O valor da bolsa era de R$ 600, mas foi reduzido pela metade quando o presidente Jair Bolsonaro estendeu o pagamento desse benefício até o dia 31 de dezembro.

As informações constam em um despacho publicado nesta 6ª feira (6.nov) e assinado pelo ministro Burno Dantas.

No texto, o ministro afirma que os pagamentos do auxílio a essas pessoas já foram suspensos. “A partir dos números preliminares apresentados, o Comitê Gestor do Ministério da Cidadania decidiu cancelar todos os pagamentos subsequentes de beneficiários cujo patrimônio é superior a R$ 300 mil, tanto no auxílio emergencial quanto em sua modalidade residual, exceto os que receberam ou receberão por decisão judicial, sem prejuízo de permitir a contestação de acordo com o calendário próprio da Dataprev”, escreveu.

Com R$ 1,4 milhão em bens declarados à Justiça Eleitoral, a candidata a vereadora na cidade de Presidente Médice, Jocileia Krauze de Almeida, recebeu R$ 3,6 mil de auxílio emergencial. Como ela, existem muitos outros casos.

Fonte: SBT News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE URGENTE NOTÍCIAS 24H Seja bem vindos ao nosso site
Norte Urgente.
Norte Urgente.