Queiroga diz que “permuta” com os EUA pode antecipar vacinas para o Brasil

32

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nessa 2ª feira (29.mar.2021) que tem trabalhado com o embaixador no Brasil nos Estados Unidos, Nestor Forster, para viabilizar uma “permuta” entre os 2 países que permita antecipar a chegada de vacinas contra a covid-19 ao Brasil.

A pauta da reunião abordava o Plano Nacional de Imunização, o cumprimento dos prazos previstos para vacinação da população e as demais medidas de combate à pandemia.

O ministro citou as doses da Covax Facility e da Pfizer na sua fala. Há 10 dias, o Brasil recebeu o 1º lote de 1 milhão de doses da vacina da AstraZeneca pela Covax Facility, programa da OMS (Organização Mundial da Saúde) que visa à distribuição de vacinas contra a covid-19 pelo mundo.

O governo brasileiro contratou 100 milhões de doses da Pfizer para 2021, mas ainda não recebeu nenhuma por ter demorado a firmar acordo com o laboratório norte-americano. Segundo Queiroga, o ministério pode ampliar o contrato com a empresa.

O ministro defendeu o uso de máscaras e fez apelo para não haver aglomeração, especialmente no feriado de Páscoa.

“Se todos os brasileiros usassem máscaras, nós teríamos efeito quase igual ao da vacinação. Evitar aglomerações fúteis, que as pessoas se conscientizem da importância de usar máscara. A gente precisa aumentar os testes, isolar os contaminados, evitando um número muito grande de indivíduos chegando às UTIs. São muitas ações que queremos botar em pauta, toda a parte logística de insumo, oxigênio, eu vejo tudo muito organizado”, disse.

Fonte: msn




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NORTE URGENTE NOTÍCIAS 24H Seja bem vindos ao nosso site
Norte Urgente
Norte Urgente