Em nota, PM de RO diz que acusações de Ratinho e Santos são infundadas: ‘Houve um equívoco ou mal-entendido’

107
Norte Urgente: Informação, na velocidade da notícia.
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Após a notícia de que teriam acontecido excessos na ação da Polícia Militar no Circo Garcez, em Candeias do Jamari, no último final de semana, o comandante-geral da corporação, coronel Alexandre Almeida, entrou em contato com o Rondoniaovivo para esclarecer o que aconteceu.

Segundo ele, os policiais militares agiram em apoio ao Corpo de Bombeiros, que fez uma vistoria no local e não encontraram o alvará de funcionamento, nem condições elétricas e estruturais para a apresentação do humorista Santos, do Programa do Ratinho, do SBT.

“Como só há dois bombeiros em Candeias, veio o pedido de apoio à PM. Mesmo com a interdição, houve a venda de ingressos e a presença de público no local. Aí houve o registro de ocorrência e a ação da Polícia Militar”, falou o coronel.

Tanto que a assessoria de comunicação da PM enviou com exclusividade, uma foto do ator e humorista Iran Thieme, intérprete do personagem Santos, sem maquiagem e a caracterização, com policiais da Força Tática. 

“Tudo aconteceu de maneira ordeira e sem violência, sem uso de cassetetes com as crianças. Houve aí um equívoco ou mal-entendido”, destacou Almeida.

Detalhes

Na noite da última segunda-feira (4), o humorista Santos, que trabalha no Programa do Ratinho, do SBT, denunciou ao vivo, que teria sido vítima de uma suposta agressão de um tenente da Polícia Militar, durante show no Circo Garcez, em Candeias do Jamari, no último final de semana. 

“A gente foi reprimido pelo tenente da Rota [grupamento de São Paulo] de Porto Velho, intimidando as crianças e não conseguimos fazer o show”, disse Santos. Santos disse que a PM interrompeu o show, alegando falta de alvará para funcionamento do evento.

O apresentador Ratinho não gostou nada da atitude e criticou os agentes públicos.

“Quer dizer que não conseguiram fazer o show? Olha que coisa, a ignorância. Às vezes, o cargo da pessoa sobe um pouco à cabeça. Era um espetáculo de circo. O cara chegou lá, proibiu de fazer o espetáculo, porquê não tinha alvará. Mas o prefeito estava lá. Quem dá o alvará é o prefeito [Valdeir Queiroz]. Foi lá, tirou todo mundo de dentro do circo. Erguendo cacete. Gente, por favor”, criticou o apresentador do SBT.

Santos completou a fala de Ratinho e disse que a atitude dos PMs, assustaram as crianças. “As crianças vendo aquilo ficaram intimidadas. Quem nos ajudou foi o prefeito Valdeir Queiroz”.

Ainda no discurso, Ratinho não se segurou e foi incisivo na fala.

“É um despreparo, um despreparo, uns policiais despreparados. A gente torce pela polícia, mas lamentavelmente, de vez em quando, pinta uns despreparados que bate nas pessoas atoa e fazem esse tipo de coisa atoa. Vão pegar bandidos gente, que é muito melhor para vocês”, finalizou o apresentador.

Fonte: www.tribunatop.com




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Don`t copy text!