Mãe e filho são flagrados exercendo medicina ilegal; a mulher conseguiu fugir

197
Norte Urgente: Informação, na velocidade da notícia.

Os suspeitos poderão responder por crimes de falsidade ideológica, exercício ilegal da prática medicina, além de tráfico de entorpecentes.
 Quarta-Feira, 01 de Setembro de 2021 – 17:39

O flagrante, segundo o Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia (Cremero) envolve uma mulher de 50 anos e o filho dela que seria o dono da clínica clandestina. Os dois foram denunciados. Durante abordagem, a falsa médica conseguiu escapar e até o fechamento desta reportagem continuava foragida. Já o homem de 32 anos foi conduzido para a delegacia da Polícia Civil.

De acordo com informações, o estabelecimento funciona como clínica de atendimento ocupacional. Consta que a falsa profissional usava nome e até carimbos de outros profissionais para a confecção de laudos médicos. 

No local, foram encontrados diversos medicamentos para dor. Alguns constam com lotes direcionados ao Hospital de Amor da Amazônia (HAA). Fiscais do Cremero, acreditam que os remédios podem ter sido desviados da unidade. Também não está descartada a ligação de funcionários do Hospital de Câncer com os falsos médicos.

Os suspeitos poderão responder por crimes de falsidade ideológica, exercício ilegal da prática medicina, além de tráfico de entorpecentes.

Mas este não seria o primeiro caso em que o órgão flagra a atuação de falsos profissionais em Porto Velho. Em julho, investigação do Conselho Regional de Medicina encontrou uma mulher que vinha atuando como médica no Hospital de Campanha da Zona Leste em Porto Velho (Cero).

O que mais intriga é que ela mantinha contrato emergencial pelo governo estadual. Na época ficou comprovado que a charlatã usava registro de uma médica da Bahia. Com informações do Cremero.

Fonte – News Rondônia




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Don`t copy text!